Acompanhando tendências

Acompanhar tendências
nos dias de hoje não
é mais tarefa exclusiva
de mulheres. Com o
homem inserido no
mercado fashion, essa
passou a ser uma tarefa
para ambos os sexos. Ler
revistas de moda e estilo,
acompanhar programas de
TV e ler blogs que falam
sobre o assunto passaram a ser um “passatempo” no
cotidiano masculino, assim como o velho hábito de ler
o jornal impresso pela manhã. E assim como as mulheres
procuram nesses meios de informação saber quais são as
tendências para adaptar ao seu estilo, os homens estão
fazendo o mesmo. 

Algumas décadas atrás, essa realidade era diferente – até
porque não havia a informação tão bem divulgada como
nos dias de hoje, com a internet e redes sociais. Mulheres
folheando revistas de moda e de olho nos programas de
TV para acompanhar as tendências era o que se mais
via, mas hoje o homem também faz parte desse grupo
que procura informações de moda para poder compor o seu
look. Os blogs são os meios mais buscados por eles, existe
uma infinidade de blogs de moda, poucos especializados em
moda masculina, porém o número vem crescendo. Esses, por
conterem informações atualizadas quase que ao mesmo tempo
em que o produto entra no mercado, tendem a ser uma boa
fonte de informação para quem busca dicas de moda e estilo.
Acompanhando as tendências de moda, vemos que elas também
ganham lugar no closet dos meninos, assim como as peças,
cortes e estampas viram hits no guarda-roupa das meninas. O
animal print veio para elas, e também para eles, assim como
a transparência, o P&B, a laise – tecido cortado a laser com
furinhos – e até a renda, que não pegou ainda, mas promete ser
forte no próximo verão. Estamos num momento em que não se
faz muita distinção entre a tendência para ele e para ela, o que
“está na moda” para as mulheres, pode muito bem ser trend
para os homens também – é claro que existem peças que não se
adaptam para os dois gêneros, mas isso por questões anatômicas
e de necessário bom senso. 
Esse interesse do homem pela informação no mundo da moda é
muito bem-vindo, por mais que exista um pouco de resistência
ainda por parte da maioria em se arriscar numa certa estampa,
em um corte mais ousado ou mesmo numa peça que antes era
pensada ser exclusiva do guarda-roupa feminino – como a saia,
que possui uma longa história de uso por homens, mas nos dias
de hoje ela é vista como peça feminina, causando muita polêmica
em relação àqueles que ousam desfilar com ela por aí. Como
foi o caso do Vitor Pereira, aluno do curso de têxtil e moda,
na USP Leste, em São Paulo, que ao usar a saia pelo campus da
universidade, recebeu diversas ofensas de outros estudantes.
Com essas atitudes – de poucos, mas que repercutem para
muitos –, vemos que a realidade da moda masculina no Brasil
tende a um avanço, a uma quebra de paradigma, e a forma
positiva dessa mudança nos é mostrada a partir do que chega ao
mercado masculino, quando se entra em uma loja e se depara
com uma coleção inovadora, tanto nas estampas, como nos
cortes e modelos.
Ir atrás da informação de moda e acompanhar tendências são
grandes passos que os homens modernos deram ao saírem de
sua zona de conforto – usar o que escolhem para eles –, mas
ainda é preciso avançar mais se quisermos um grande mercado
brasileiro de moda masculina, com mais interesse dos lojistas
e empresários. É preciso, antes de tudo, perceber o quanto
os homens têm interesse em moda e provocar a demanda,
oferecendo produtos inovadores, ousados.

Por Fabiano Gomes

Texto originalmente publicado na Revista Moda Rio, ano 9, n. 45, p. 11, jun./jul. 2013.

Author

Fabiano Gomes

Fabiano Gomes Editor-Responsável

Formado em Biblioteconomia e Ciência da Informação (UNIRIO) atuou como bibliotecário até o seu limite. Cansado de buscar informação relevante de Moda Masculina em blogs e sites brasileiros, decidiu criar O Cara Fashion para suprir a própria necessidade.

Related