Look da Semana: Para Quem Você se Veste?

Nesse Look da Semana que venho hoje foi uma merda para sair, apesar dele não vir com nenhuma novidade, e com peças que já mostrei antes – a não ser pela camiseta, eu acho – me fez refletir sobre o seguinte questionamento: para quem nos vestimos? Usei esse look, numa sexta-feira após feriado que não virou “feriadão”- a indignação já começou por aí. Estava organizando meu guarda-roupas e notei que tenho umas 50 camisetas brancas – com estampas na frente, mas brancas – e uma quantidade menor de coloridas e full prints, pensei em usar mais uma camiseta branca básica, com a calça vermelha. Me vesti, olhei no espelho e pensei: nossa, como você está morto. Então eu vi essa camiseta estampada, linda da UZ Rio para Blend Store que pouco e uso e pensei, vou experimentar. Olhei no espelho e pensei: nossa, ficou lindo, mas vão ficar me olhando de cima a baixo na rua, pois está muito chamativo… Pensei novamente: FODA-SE, EU GOSTEI. E usei o look com maior orgulho.
Por mais que você sempre diga “não me importa com o que os outros pensam”, você se importa sim, as vezes até se veste baseado no que os outros vão pensar, seja de forma positiva – para ganhar um elogio – ou de forma negativa – se vestindo mal para não ser notado. Mas isso é um pensamento ruim, porque muita das vezes no privamos de usar uma certa roupa, um certo acessório, com medo do que a sociedade vai pensar, do comentário que irão fazer, do olhar espantoso que vai receber. O pior de tudo, é que isso faz com que você não seja quem você é, ou quem você quer ser.
As pessoas vão te julgar, isso é um fato. Mas desafio você a largar um foda-se para a hipocrisia, ao menos por um dia, e se aventurar a sair com o look que você queira, que goste e te dê orgulho, sem medo de ser feliz. Você vai ser julgado? Vai, mas te garanto uma coisa, é libertador.

T-shirt: UZ Rio para Blend Store | Calça Chino: Zara | Desert Boots: Renner | Óculos: A. J. Morgan | Bolsa-Carteiro: River Island.

Author

Fabiano Gomes

Fabiano Gomes Editor-Responsável

Formado em Biblioteconomia e Ciência da Informação (UNIRIO) atuou como bibliotecário até o seu limite. Cansado de buscar informação relevante de Moda Masculina em blogs e sites brasileiros, decidiu criar O Cara Fashion para suprir a própria necessidade.

Related