Sociedade Brasileira de Dermatologia traz dicas de como proteger a pele no verão

Sociedade Brasileira de Dermatologia traz dicas de como proteger a pele no verão

Com a chegada do verão todo mundo quer pegar aquele bronzeado e ficar com aquela marquinha, mas a exposição ao sol de forma inadequada pode trazer inúmeros prejuízos à saúde, além de ser responsável pelo câncer de maior incidência no Brasil e no mundo, o câncer da pele.

cq5dam.web.2400.1600

Mas este não é o único problema, existem outras doenças típicas da estação que merecem atenção. Por exemplo, o ambiente de praia é propício ao desenvolvimento de microorganismos, como fungos e bactérias, o que ocasiona infecções na pele.

Fezes de cães e gatos nas areias da praia, podem causar o chamado “bicho geográfico”. Já quem costuma passar o dia inteiro com o biquíni ou a sunga deve ter cuidado, pois as roupas úmidas podem desenvolver micoses, em especial nas áreas íntimas, por isso é essencial trocar as peças molhadas por outras secas.

best-sunscreen-for-men

E em relação ao filtro solar, é importante ter a consciência que ele não é, de forma alguma, um passaporte para a exposição indiscriminada ao sol. Ou seja, não é porque você passou um bom filtro solar que você pode ficar exposta ao sol horas após horas e que isso não causará danos a sua saúde. O cuidado com a exposição deve ser permanente, principalmente, se a pessoa tiver uma pele mais clara, aqui vão algumas dicas:

  • Usar chapéus, camisetas e protetores solares.
  • Evitar a exposição solar e permanecer na sombra entre 10 e 16h (horário de verão).
  • Na praia ou na piscina, usar barracas feitas de algodão ou lona, que absorvem 50% da radiação ultravioleta. As barracas de nylon formam uma barreira pouco confiável: 95% dos raios UV ultrapassam o material.
  • Usar filtros solares diariamente, e não somente em horários de lazer ou diversão. Utilizar um produto que proteja contra radiação UVA e UVB e tenha um fator de proteção solar (FPS) 30, no mínimo.  Reaplicar o produto a cada duas horas ou menos, nas atividades de lazer ao ar livre. Ao utilizar o produto no dia-a-dia, aplicar uma boa quantidade pela manhã e reaplicar antes de sair para o almoço.
  • Observar regularmente a própria pele, à procura de pintas ou manchas suspeitas.
  • Consultar um dermatologista uma vez ao ano, no mínimo, para um exame completo.
  • Manter bebês e crianças protegidos do sol. Filtros solares podem ser usados a partir dos seis meses.

Como parte da Campanha de Prevenção ao Câncer da Pele, a Sociedade Brasileira de Dermatologia lançou o site Controle o Sol (www.controleosol.com.br). Na página, além de aderir ao movimento mudando a foto de perfil do Facebook para uma com filtro laranja, é possível, preencher um teste (http://www.controleosol.com.br/calculadora/) e verificar se tem grande ou pouca incidência de contrair a doença.

Author

Fabiano Gomes

Fabiano Gomes Editor-Responsável

Formado em Biblioteconomia e Ciência da Informação (UNIRIO) atuou como bibliotecário até o seu limite. Cansado de buscar informação relevante de Moda Masculina em blogs e sites brasileiros, decidiu criar O Cara Fashion para suprir a própria necessidade.

Related