Da passarela às araras (Part. II): o antes e depois das coleções – O Cara Fashion

Da passarela às araras (Part. II): o antes e depois das coleções

Depois de mostrar aqui no blog os depoimentos dos estilistas (leia a primeira parte da matéria aqui), sobre como funciona o processo criativo das coleções, agora é a hora de mostrar o resultado final do que foi apresentando nas passarelas, em sua versão final, apresentado nas lojas. Para essa matéria, escolhi quatro grifes brasileiras bem conhecidas do grande público, são elas: 2nd Floor, Cavalera, TNG e Osklen.

2nd Floor

A marca trouxe uma inspiração na cultura Amish para a coleção de inverno 2014 desfilada no Fashion Rio, também com estampas em florais dark. Na coleção comercial, eles utilizaram de símbolos sacros para a estamparia, e o floral permaneceu de forma mais discreta.

– Desfile completo: aqui / Lookbook completo: aqui.

Cavalera

Para a coleção de inverno 2014, a Cavalera se inspirou na cultura islâmica, com um variedade de simbolismo nas peças e estampas étnicas. No desfile, a marca abusou de acessórios e bordados, já na coleção comercial, vemos as referências de forma mais simples, com estampas que lembram perfeitamente a inspiração.

– Desfile completo: aqui / Lookbook completo: aqui.

TNG

A TNG se inspirou forte no punk rock no desfile de Inverno 2014 apresentado no Fashion Rio, com direiro a muito couro e spike. Porém, na coleção comercial, a marca ousou pouco, trazendo uma coleção bem minimalista, com muito preto e uma pegada rock leve.

– Desfile completo: aqui / Lookbook completo: aqui.

Osklen

Das marcas aqui apresentadas nessa matéria, a Osklen talvez tenha sido a que menos mudou a coleção comercial final da mostrada no desfile. A marca carioca se inspirou no universo do futebol, com uma coleção que felizmente não caiu no óbvio, como muito acontece. A diferença do comercial, é que foram inseridas mais estampas e peças que remetem ao esporte, inclusive com de time de uma forma bem interessante.

– Desfile completo: aqui / Lookbook completo: aqui.

Espero que aqueles que não entendiam muito bem o porque das coleções serem distintas – nos desfiles e lojas – agora consigam entender um pouco mais de como funciona esse processo.

 Se perdeu a Parte I confira aqui.

Fabiano Gomes

Formado em Biblioteconomia e Ciência da Informação (UNIRIO) pegou seu conhecimento de pesquisador da informação e mergulhou de cabeça no Universo Fashion. Cansado de buscar informação relevante de Moda Masculina em blogs e sites brasileiros, decidiu criar o blog para suprir a própria necessidade e informação de moda para os homens pelo mundo em 2012. Carioca, hoje morando em São Paulo, dedica-se 24/7 ao O Cara Fashion além de trabalhar como Bibliotecário com Educação Infantil, Diversidade e Inclusão.

Chuka Pop traz inovação Sem Tabu na hora de “Fazer a Chuca” Renner apresenta coleção sustentável “Re Jeans” Billie Eilish Air Jordan 1 KO e 15 Met Gala 2021 e a Moda como Ato Político Os Looks dos Homens no Red Carpet do Met Gala 2021 ‘Gundam’ Nike SB Dunk High “Project Unicorn White” Eric Emanuel x Adidas Basketball Collection 5 Tratamentos Estéticos mais procurados pelos Homens +30 Beats by Dre “Studio Buds” chega ao Brasil Reserva lança linha de Roupas para PcD Louis Vuitton lança Bicicleta de R$150.000 Neon está de Volta para Eles