Como os looks podem Influenciar no Sucesso

Seja para uma entrevista de emprego ou na rotina do trabalho, somos avaliados pelos superiores de diferentes maneiras. Alguns prestam atenção nos mínimos detalhes, e coisas que talvez pareçam irrelevantes, como algum detalhe na roupa ou o estilo de se vestir em determinadas ocasiões, podem ser a diferença entre o sucesso ou não. Portanto, é preciso usar os looks como um aliado no ambiente de trabalho.

Segundo Nicole Williams, especialista em carreira do LinkedIn, a aparência está diretamente conectada ao desempenho:

“O problema com a aparência é que ela se traduz em desempenho”. Ela ainda completa: “Quando você não se enquadra, você não é tão aceito e bem-vindo”.

A autoestima e confiança são fundamentais em um ambiente de trabalho. E não é nada vantajoso para empresas terem funcionários que demonstram fraqueza emocional e baixa autoestima. Nos esportes, o modo de vestir pode fazer muito a diferença. No poker, por exemplo, muitos atletas fazem do vestuário um quesito importante na autoconfiança e acabam virando tendência.

Nos Estados Unidos, dois pesquisadores da Universidade Northwestern, Hajo Adam e Adam Galinsky, em Illinois, chegaram a conclusão que determinadas vestimentas têm o poder de influenciar diretamente na concentração dos indivíduos. Para alcançar tal afirmação, os pesquisadores colocaram roupas brancas nas pessoas que se propuseram a participar da pesquisa, e perceberam o quão as pessoas ficaram mais focadas com as vestimentas em questão.

“O uso de um jaleco de laboratório descrito como casaco de um médico aumentou a atenção em relação ao uso de um jaleco de laboratório descrito como casaco de um pintor… A influência da roupa, portanto, depende do seu uso e do seu significado simbólico”, escreveram os pesquisadores.

Não muitas alterações na maneira de vestir uma roupa podem ser suficientes para mudar os julgamentos de alguém. Acrescentar determinados acessórios à roupa desencadeia nosso cérebro para elaborar certos pressupostos. O uso de um bom relógio, por exemplo, pode fazer dar a impressão de alguém mais respeitável — alguém que valoriza e se preocupa com o tempo. Já os óculos de sol, desde que usados de maneira correta, podem passar um ar de mais elegância e inteligência.

Também é sempre importante relembrar o velho clichê: às vezes, dependendo da ocasião de negócios, é importante não exagerar muito no vestuário. Isso é baseado na familiaridade com que o nosso cérebro interpreta as coisas. Quando enxergamos algo que nos pareça familiar (e simples), é mais confortável e positivo para nós interpretarmos — por exemplo, uma simples camisa branca básica e uma calça preta.

Segundo a psicóloga e professora da Universidade Estadual de Ohio, Jennifer Crocker, o ser humano precisa de pouco tempo para tomar certas impressões sobre a outra pessoa:

“Uma coisa que sabemos pela psicologia, e sabemos há muito tempo, é que as pessoas formam impressões dos outros e fazem isso muito rapidamente. E muitas vezes com base em informações muito mínimas”.

Ela ainda completa:

“As pessoas se vestem para entrevistas de emprego porque a maneira de como se vestem afeta as impressões que outras pessoas fazem delas. Tão claro podemos nos vestir para tentar gerenciar como as outras pessoas nos veem, e também podemos nos vestir para gerenciar como nos vemos”.

Portanto, a roupa que usamos nos dá certo controle sobre como os outros nos veem. Sendo assim, crie a melhor impressão com as pessoas certas — pode ser uma maneira mais fácil de alavancar a carreira.

Author

Fabiano Gomes

Fabiano Gomes Editor-Responsável

Formado em Biblioteconomia e Ciência da Informação (UNIRIO) atuou como bibliotecário até o seu limite. Cansado de buscar informação relevante de Moda Masculina em blogs e sites brasileiros, decidiu criar O Cara Fashion para suprir a própria necessidade.

Related